Nunca esquecendo as raízes

Paredes meias com a histórica cidade do Porto, absorvendo a influência dos ancestrais segredos da bela região de Entre-o-Douro e Minho, encontra-se a sede da âme moi.

Alberto Gomes e Margarida Jácome, fundadores da marca, promovendo o património cultural e os ofícios desta região, valorizando a qualidade e a exclusividade, e sentindo a tradição como principal estímulo, iniciaram a aventura de criar uma marca de acessórios de luxo.

Tendo como raiz primária e alimentadora deste sonho concretizado esse fascínio pelo mundo equestre, (inspirado na alicerçada paixão pelos cavalos dos dois jovens cavaleiros filhos do casal) muito cedo a Âme Moi encontrou a melhor representação da alma, que se quer una entre cavalo e cavaleiro, nos pendentes de crina natural, que embora continuamente reinventados, estão desde o início presentes em cada peça e são o ADN da marca como se de uma verdadeira alma se tratasse…

O forro vermelho, outra constante em cada mala, é detalhe de identidade da Âme Moi e transmite essa paixão de puro sangue.
A manufactura e o cuidado dado aos detalhes fecham esta visão para sempre apaixonada pelo mundo muito próprio de cada mulher que é a sua mala.

E porque cada mulher é única, a elegância, a delicadeza e a exclusividade de todos os modelos Âme Moi têm como desígnio final essa mulher exigente, vibrante e contemporânea.

Gostávamos que agarrasse na sua alma e a usasse!

#amemoisoul